Ontem e hoje…

… você decidiu olhar fundo nos olhos da mamãe, com um olhar de tanto amor que o coração até ameaça parar… e a respiração se prende… e nenhum músculo se movimenta…

Tentativas da mamãe de congelar aquele momento sublime e passar o resto de seus dias vivendo naquele olhar de tanto amor.

… você olha fundo nos olhos da mamãe e sorri. E balbucia palavras doces que um dia serão palavras. Mas que não precisam ser palavras, porque seu olhar diz tanto…

Acho que você descobriu que a mamãe existe. E isso é encanto, amor, ternura. E também medo.

Fica com medo de estar sozinha? Por isso chora?

Não se doa tanto, meu anjo. Mamãe está aqui contigo.